12 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
2/12/20 às 15h23 - Atualizado em 2/12/20 às 15h25

Praça Saudável Águas Claras

COMPARTILHAR

 

Campanha divulga boas práticas para donos de pets

Praça Saudável de Águas Claras busca conscientizar moradores para o bom uso dos espaços públicos com seus animais de estimação

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

Espaços de convívio social e lazer, memória e pertencimento, as praças públicas recebem atenção especial do Governo do Distrito Federal (GDF). Entre os projetos destinados a estes locais está o Praça Saudável, programa desenvolvido pela Administração Regional de Águas Claras com a missão de promover a boa convivência da população e seus animais de estimação.

Criado a partir de sugestões e reclamações à Ouvidoria do GDF, a campanha educativa busca o uso harmonioso e respeitoso nestes endereços. O descarte irregular de dejetos de animais e a depredação de quadras poliesportivas são as principais reclamações levadas à Ouvidoria e à administração regional e que devem ser corrigidas a partir da conscientização.

Daí nasceu a ideia de divulgar informações nas mídias digitais e promover campanhas educativas nas praças da cidade. E elas já vão começar. Estão previstas ações para esse sábado (28), na Praça das Gaivotas (Quadra 301), e 5 de dezembro, na Praça Estação Águas Claras (Lado Sul), ambas das 16h às 19h.

Nestes dois dias, a população vai receber cartilhas e a orientação de veterinários, palestras, atividades para crianças, brindes e sorteios e muita diversão. A iniciativa será feita em parceria com o Hospital Veterinário Star Vet.

Os moradores estão convidados a participar das ações e a levarem seus pets às praças. Quem tiver sugestões pode entrar em contato com a Ouvidoria do GDF – no site ou pelo telefone 162 – e também tirar dúvidas e se informar no Instagram da administração da cidade (@admaguasclaras).

Orientação

A recomendação para quem passeia com os animais é sempre levar um saco plástico para as ruas e recolher as fezes do animal durante o passeio, mantê-la fechada no saco e depois descartá-la no lixo de sua residência ou no vaso sanitário.

“Fezes dos gatos e cachorros são até três vezes mais poluentes do que a dos humanos. Isso quer dizer que, se descartadas de maneira incorreta, elas podem provocar impactos negativos não só ao meio ambiente, como também aos animais ao exemplo de giardíase, parvovirose, toxocaríase e coccidiose. Os seres humanos também correm risco ao contrair doenças como campilobacteriose, teníase e giardíase”, explica o veterinário Tainã Braúna.

De acordo com o artigo 3º da Lei nº 2.095/1998, o proprietário ou quem estiver conduzindo o passeio de animais em calçadas, ruas, praças, parques, jardins e logradouros públicos é obrigado a recolher, em recipiente próprio, os dejetos fecais.

Para o administrador de Águas Claras André Queiroz, os cuidados sanitários com animais de estimação devem ser reforçados. “A população deve estar consciente sobre os sérios riscos que os dejetos dos animais podem ocasionar à saúde e os efeitos negativos ao meio ambiente se não forem descartados da maneira correta. Pelas ruas de Águas Claras e reclamações da comunidade verificamos que é necessário esse tipo de esclarecimento”, observa.

Morador de Águas Claras há quatro anos, Bruno Martins, de 34 anos, tem dois cachorros e passeia diariamente pelas ruas da cidade. Ele aprova a campanha e propõe uma reflexão no uso do espaço público. “Acho ótima a campanha, não só para os donos de animais, mas para todos que utilizam o espaço. Temos praças com espaço para os animais e para as crianças e temos que saber dividir. O problema das fezes é real e realmente incomoda. Ainda há muitos moradores que não fazem o recolhimento das fezes mesmo sendo uma tarefa tão fácil e necessária, inclusive para a saúde do seu próprio pet. Muitos deles levam os filhos para brincar e imagino que não iriam gostar caso o parquinho estivesse sujo”, aponta.

Nova parceria pela frente

A parceria entre a administração de Águas Claras e o hospital Star Vet não deve parar nas ações educativas. O hospital veterinário estuda adotar a praça Estação Águas Claras no próximo ano.

A medida deve ser feita por meio do programa Adote uma Praça, da Secretaria de Projetos Especiais. Uma das mudanças no logradouro, caso ela seja adotado, é a instalação de lixeiras com sacos de lixo para o recolhimento e descarte regular dos dejetos dos animais. Um grande passo para tornar o ambiente mais saudável tanto para pets como para os frequentadores.

Fonte: Agência Brasília

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros