27 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
23/07/20 às 10h47 - Atualizado em 23/07/20 às 15h59

Mutirão de limpeza das bocas de lobo avança pelas ruas da cidade

COMPARTILHAR

 

Ação preventiva a alagamentos continua na cidade antes do período de chuvas com troca de tampas e de meios fios vazados.

 

Garrafas plásticas e de vidro, pedaços de madeira, sacos de lixo e diversos materiais descartados incorretamente pela população fazem parte das mais de 30 toneladas de entulho retirados até agora de 50 bocas de lobo em Águas Claras. A ação de limpeza dos espaços pelo Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Administração Regional de Águas Claras, começou em 15 de julho e segue pelas próximas semanas.

Uma equipe envolvendo 12 operários, um caminhão pipa e diversos equipamentos de limpeza, como enxadas, pás e uma alavanca, vai percorrer e limpar todas as 140 bocas de lobo mapeadas em Águas Claras antes da volta do período de chuvas. A ação preventiva tem o objetivo de evitar alagamentos.

A Administração Regional de Águas Claras também está substituindo os meios-fios vazados danificados – por onde entra a água pluvial, rente ao solo – e as tampas das caixas de manutenção – que são aquelas maiores pelas quais agentes têm acesso ao bueiro quando há necessidade de uma limpeza mais profunda. Vinte delas já tiveram que ser trocadas.

Neste último caso, o material de concreto é, muitas vezes, quebrado pela própria população, que despeja ali, incorretamente, sacos de lixo. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) cede o novo material para a troca.

Educação

“Realizamos um trabalho de prevenção em prol do bem-estar dos moradores. É importante, porém, que o cidadão colabore e só descarte o lixo em locais apropriados, inclusive obedecendo o sistema de coleta na região, que funciona normalmente”, alerta o administrador regional Francisco de Assis da Silva, o Chicão.

Em cada boca de lobo a equipe do GDF retira os materiais até que nada permaneça capaz de obstruir a passagem das águas pluviais. Em seguida, faz uma lavagem da entrada da galeria com jatos d’água de um caminhão pipa. A expectativa é de que os trabalhos sigam por até mais 30 dias.

Linhão e paradas de ônibus

Com a ajuda de uma patrulha mecanizada – da qual fazem parte um trator, um caminhão e uma retro cavadeira – a Administração Regional de Águas Claras vem fazendo a limpeza constante da cidade para retirada de entulhos.

Um dos pontos mais críticos é a área do chamado linhão, na 208 Sul, embaixo da linha de transmissão de energia. Ali são descartados ilegalmente por carroceiros e caminhoneiros cerca de 40 toneladas entulhos de obras e de podas de árvores, retirados todos os meses. A ação é feita em parceria com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). A administração regional promove também a limpeza semanal das 40 paradas de ônibus espalhadas pela região.

 

Fonte/Fotos: Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros