25 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
20/07/15 às 17h16 - Atualizado em 29/10/18 às 10h59

Recategorização dos Parques: participe você também!

COMPARTILHAR

A Administração Regional de Águas Claras pede aos moradores da cidade que participem com sugestões e opiniões da nova recategorização dos Parques do DF. 

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) está propondo a adequação das categorias dos parques ecológicos do DF dentro daquelas previstas no Sistema Distrital de Unidades de Conservação da Natureza (SDUC).

Agora, o Ibram também quer ouvir você, cidadão! Entre os dias 3 de agosto a 16 de setembro de 2015, dirija-se à Administração Regional da sua cidade, Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT), sede do Ibram, Parques Administrados pelo Instituto, ou ainda, no site www.ibram.df.gov.br e confira a documentação respeito da proposta de recategorização.

Essa escuta pública será realizada exclusivamente em meio eletrônico. As sugestões, opiniões ou dúvidas sobre o parecer deverão ser encaminhadas para o correio eletrônico ibram_email@ibram.df.gov.br.

Nessa proposta, por exemplo, aquelas unidades que não possuem atributos ecológicos significativos que justifiquem sua inclusão no SDUC, mas são espaços que proporcionam o lazer e o bem estar da população, serão denominados como Parques de Uso Múltiplo, conforme Lei Complementar nº 265/99. Estas áreas, se adequadamente recuperadas e manejadas, poderão vir a se enquadrar como uma unidade de conservação e fazer parte do Sistema.

Ainda exemplificando, outros parques que atualmente estão classificados como de Uso múltiplo ou Ecológicos, pela nova proposta poderão receber a classificação de Refúgio da Vida Silvestre por possuírem características de maior vulnerabilidade ambiental. E assim, para a necessária conservação da biodiversidade, observa-se que são áreas que não tem vocação para receberem visitação ou a instalação de equipamentos.

Com a contribuição da população no processo de recategorização, além da alteração dos nomes dos parques, será possível garantir que essas áreas tenham a destinação adequada, de acordo com os atributos ecológicos existentes, e um planejamento que garanta que a unidade cumpra os objetivos para os quais foi criada. A destinação de recursos oriundos de compensação ambiental também necessita que essas áreas estejam adequadas à legislação vigente.

Por estes motivos, a Consulta Pública Online da Recategorização dos Parques precisa da cooperação da população do DF, para que este projeto obtenha sucesso e atinja seu objetivo, que é fazer o melhor para o Distrito Federal.

Contamos com a sua valiosa participação!

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros