16 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
13/03/13 às 17h15 - Atualizado em 29/10/18 às 10h59

DF adere à Semana de Mobilização Saúde na Escola

COMPARTILHAR

Os alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal vão passar por avaliação de peso e teste de visão. O governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, e do vice-governador Tadeu Filippelli, participou, nesta segunda-feira (11), do lançamento da Semana de Mobilização Saúde na Escola 2013, do governo federal. A cerimônia, realizada no Centro de Ensino Fundamental 01, na Vila Planalto, foi presidida pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Com o objetivo de promover o bem-estar de crianças e adolescentes em todo o país, durante uma semana, profissionais das equipes de Atenção Básica visitarão as escolas para realizar exames, que, neste ano, terão como focos a prevenção da obesidade e o cuidado com a saúde ocular. No DF, a ação atingirá cerca de 60 mil alunos de 62 escolas – um aumento de 37 unidades de ensino e 50 mil crianças em relação a 2012, quando foi realizada a primeira edição do evento.

“Nossas ações são prioritariamente preventivas. Vamos fortalecer essa parceria com o governo federal para aumentar a qualidade de vida e melhorar o aprendizado da garotada”, afirmou o governador. “O acompanhamento nutricional das crianças será somado ao esforço do nosso governo em oferecer refeições saudáveis nas escolas. Cerca de 130 unidades de ensino já recebem, inclusive, café da manhã. Nossa meta é contemplar toda a rede”, completou Agnelo Queiroz.

Incentivo – A expectativa do Ministério da Saúde é que aproximadamente 30 mil escolas de 2,3 mil municípios participem da ação. As prefeituras têm até 18 de março para aderir ao projeto, que destinará R$ 10 milhões aos inscritos. “A promoção da saúde não se resume a hospitais. É preciso aproximá-la da comunidade. Se conseguirmos alcançar as escolas, poderemos formar cidadãos mais saudáveis, que serão multiplicadores de bons hábitos em casa e na vizinhança”, avaliou Alexandre Padilha.

Além dos incentivos do programa, as cidades que aderirem à Semana de Mobilização Saúde na Escola receberão, do governo federal, o valor de R$ 594,15 por cada equipe de Atenção Básica que atuar nas escolas. Neste ano, além dos alunos do ensino fundamental e médio, serão contempladas crianças de creches e do ensino infantil.

Olhar Brasil – Durante a cerimônia de lançamento da Semana, o ministro Alexandre Padilha assinou uma portaria que habilita o GDF ao Projeto Olhar Brasil. A iniciativa prevê ações voltadas à atenção oftalmológica e ao tratamento integral nessa área. O objetivo é reforçar o atendimento a estudantes que apresentarem problemas de visão.

“Os médicos vão examinar individualmente os estudantes e encaminhar aqueles que precisarem de algum tratamento ocular. Se uma criança necessitar de óculos, por exemplo, o governo vai custear”, explicou o ministro da Saúde. “Aqui no DF, vamos mobilizar unidades móveis para facilitar o atendimento, especialmente nas áreas mais carentes”, adiantou o governador Agnelo Queiroz.

Prevenção – Dados da Pesquisa Nacional de Orçamentos Familiares de 2008/2009 revelam que a obesidade aumentou nas últimas décadas. Nas crianças de 5 a 9 anos, os casos saltaram de 4,1% para 16,6% entre os meninos, e de 2,4% par 11,8% entre as meninas. Nos adolescentes, o índice passou de 3,7% para 21,7%. Já os problemas de visão se destacam como uma das principais causas da evasão escolar e da dificuldade de aprendizagem.

“A instituição de ensino é o melhor lugar para promover ações preventivas de saúde. Exemplo disso é a campanha de vacinação contra o HPV para meninas de 11 a 13 anos, lançada pelo governador na sexta-feira (8)”, relembrou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa. “Celebrar mais essa parceria demonstra o compromisso do governo do DF com a saúde e com a educação”, acrescentou o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros